A magia das plantas está a ser (re)descoberta pelo mundo Ocidental. Desde que a Humanidade existe que se faz uso de plantas para a cura de doenças.

A fitoterapia é, na realidade, o mais antigo sistema de cura do mundo, sendo esta a base da farmacologia moderna.

Cada povo que já viveu na Terra desenvolveu o conhecimento de plantas curativas indígenas, das suas características e das suas aplicações. Alguns desses povos conservaram uma tradição herbática forte pelos séculos fora, enquanto na Europa e na América do Norte a tradição perdeu-se à medida que a medicina ocidental (como a conhecemos hoje) ganhava o seu lugar. No entanto, vemos, cada vez mais, o renascer do interesse pela fitoterapia.


O início da Fitoterapia foi desenvolvido na Índia há mais de 4.000 anos e o uso quase instintivo das plantas com fins curativos existe desde os primórdios da história e é praticado até hoje por tribos remotas.

Grande parte dos medicamentos que utilizamos, alguns bem conhecidos como a aspirina (que é feita de salgueiro e ulmeiro), a morfina (feita de sementes de ópio) e mesmo as pílulas anticoncepcionais (feitas de inhame selvagem), são derivados de plantas.

Ao contrário do medicamento a que estamos habituados, que extrai uma pequena parte da planta ou seja, o seu princípio activo, a fitoterapia utiliza a planta toda ou parte dela.

A fitoterapia utiliza ervas, algas e plantas marinhas, bolbos, raízes, flores, cascas, sementes e folhas, tanto de plantas selvagens como de ervas e especiarias culinárias, frutas e vegetais. Algumas ervas são antibacterianas, outras antifúngicas, antiflatulentas, sedativas, calmantes, tonificantes, fortificantes, estimulantes, insecticidas, etc.

O princípio mais fundamental da Fitoterapia é que se deve combater a CAUSA dos males físicos e não só os SINTOMAS, pois são exactamente as causas que nos fazem perceber que algo corre mal no organismo.

Tal como a homeopatia, a fitoterapia é apropriada para doenças crónicas, de longa duração, como a alergia, asma, cistite, depressão, problemas digestivos, nevralgia, problemas menstruais, dificuldade respiratória, problemas de pele, tensão e infecções virais. Algumas plantas e ervas têm benefícios na prevenção de doenças como o Cancro e Diabetes.

Clique AQUI e veja a secção de Chás e Ervas Naturais que temos a venda!!